Conhecendo Orlando

> Geografia e curiosidades
> Os melhores guias e sites sobre Orlando
> Dirigindo em Orlando (com mapa)
> Tabelas de conversão
> História de Orlando ou Como laranjas deram lugar à um camundongo




        Como em toda viagem, e Orlando não é diferente, é essencial conhecer o destino antes de desembarcar nele.  Isso permite uma sensação de bem estar, de pertencer ao local fazendo com que seja possível viver alguns dias como  true orlandians (verdadeiros “orlandianos”).



> GEOGRAFIA E CURIOSIDADES

Orlando é uma cidade situada no sudeste dos EUA no coração da Flórida Central, a 380km de Miami.




       Aí vão algumas informações básicas que confundem até os marinheiros de “segunda viagem”!

         Primeira informação importante:  Orlando é a cidade em que Walt Disney World  está. WDW é como se fosse um enorme “bairro” dentro da cidade de Orlando.  Walt Disney World e Orlando não são sinônimos embora muitas vezes sejam usados assim por pessoas desinformadas;

        Segunda informação:  A Disney World não é aquele parque de sonhos com o castelo da Cinderela no meio!  Isto é apenas o Magic Kingdom, um dos 4 parques temáticos principais da Disney World! ;

Terceira informação:  Nem todos os parques em Orlando são da Disney!  A Disney possui 4 parques principais:  Magic Kingdom, Epcot, Disney's Hollywood Studios (antiga MGM Studios) e Animal Kingdom e 2 parques aquáticos:  Typhoon Lagoon e Blizzard Beach.  O grupo Universal é dono da Universal Orlando Resort que fica em outro ‘bairro” de Orlando e compreende 2 parques principais:  o Universal Studios e o Islands of Adventure e também é dono do Wet’ Wild.  O Sea World ex-grupo Anheuser-Busch atualmente Blackstone Group, também possui dois lindos parques aqui em Orlando:  o Sea World e o  Discovery Cove além do parque aquático de nome Aquatica. Além desses parques temos ainda o Busch Gardens que fica em Tampa (aproximadamente 1 hora de Orlando), o Legoland e o Kennedy Space Center (centro espacial) também fora da cidade ,  além de dezenas de pequenos parques na própria cidade ou fora dela;

          Quarta “pérola” informativa:  Walt Disney World não é igual à Disneylândia!       A Disneylândia foi o primeiro parque construído por Walt Disney em Anaheim perto de Los Angeles na Califórnia.  O Walt Disney World é pelo menos 56 vezes maior que a Disneylândia e como você já sabe agora fica na cidade de Orlando, na Flórida.

           Quinta informação:  Além da Disneylândia e da Disneyworld, a Disney ainda é a proprietária de mais 3 parques:  a Tokyo Disneyland, a Disneyland Paris (antiga Euro Disney) e a Hong Kong Disneyland.  A construção do sexto parque, a Shangai Disneyland já começou e sua inauguração está programada para 2014.  E como a Disney não pode ficar de fora de qualquer fatia importante do mercado turístico, ela também é a feliz proprietária de 4 navios - Disney Magic, Disney Wonder, Disney Dream e o Disney Fantasy que fazem cruzeiros pelo Caribe e pela ilha particular da Disney, a Castaway Cay nas Bahamas, entre outro destinos.

        Com estes esclarecimentos você já pode começar a sua pesquisa, afinal agora você sabe o que está procurando.  Se a sua intenção é ir a Orlando mas só ficar na propriedade Disney e só ver os parques Disney, então compre guias e procure informações intituladas:  Walt Disney World.  Se você deseja conhecer todas as opções que a cidade de Orlando tem a oferecer você deve procurar suas informações sob o título:  Orlando.





> OS MELHORES GUIAS E SITES SOBRE ORLANDO

Recorremos sempre aos guias de viagens para obtermos as informações que tanto procuramos.  Eles são ótimos e nos permitem aquela sensação de estar viajando antes mesmo de embarcar!  Mas eles sempre tiveram um grande defeito:  por mais novo que seja o guia ele sempre está defasado, e isso é especialmente verdadeiro no que diz respeito à Orlando devido ao seu rápido desenvolvimento. Hoje  temos uma outra arma   poderosa que é a internet.  Todas as informações que você precisar a um clique!  E melhor, atualizadas!

         Os guias de viagens podem ser adquiridos em qualquer boa livraria embora desde o advento da internet tenha se tornado mais difícil uma livraria com a variedade necessária. 

         Abaixo segue uma lista apenas com os melhores  guias de viagem sobre Orlando que já li. E não esqueça, compre o guia mais atualizado que encontrar.  Geralmente eles publicam o guia do ano seguinte ainda no final do ano anterior.  Assim é comum achar guias 2013 logo em outubro/12 nos EUA ou em Janeiro ou Fevereiro/2013 aqui no Brasil .

Nome do Guia

Autor

Comentário

Frommer´s – Orlando
Variável
Ótimo guia para iniciantes
Fodor´s WDW, Universal Studios Escape and Orlando

Variável

Similar ao Frommer´s
Walt Disney World
Birnbaum
Guia Oficial da Disney 
Muito bom mas algo tendencioso, é claro.
The Unofficial Guide to WDW
Bob Sehlinger
Incrível, completo, informações confiáveis e divertido.  O meu preferido!

Existem vários outros no mercado (já li mais de 1 dúzia deles!), alguns muito repetitivos e sem conseguir atingir o padrão dos grandes, alguns bonitos mas com informações erradas ou desatualizadas ou alguns realmente bobos! Devido à grande demanda existem atualmente alguns guias que podem ser comprados nas bancas, a grande maioria com uma quantidade imensa de informações erradas.  Os guias das revistas Viagem e Turismo e Viaje são um pouco melhores e contém poucas informações errôneas.

 
        A próxima tabela traz alguns sites muito legais sobre WDW e Orlando.  Tire um dia livre e divirta-se!  
  
Além destas informações é sempre bom, uma vez feito o seu planejamento,  obter informações mais específicas para a sua viagem como por exemplo: o telefone do seu hotel, da sua agência / agente de viagem no Brasil, do seu seguro, dos locais que pretende visitar em Orlando etc...
 
ENDEREÇO DO SITE
COMENTÁRIOS
As mesmas informações do guia físico porém resumidas.
Idem.  Permite criar um guia de bolso personalizado.
Site oficial da Disney.  Completo, dá até pra fazer reservas nos hotéis e restaurantes, imprimir mapas dos parques e comprar ingressos para os parques!
Site oficial da Universal também com opções de reservas e compras.
Site oficial do Sea World de Orlando
Um site muito legal para papear com outros veteranos e pedir a sua ajuda.
As novidades aparecem primeiro aqui.
Talvez o melhor e mais completo site sobre WDW!  Tem menus de todos os restaurantes da propriedade e fotos dos quartos de todos os hotéis e muito mais.
O site para ver todos os horários dos parques e suas atrações: da abertura até atrações e shows!  Atualizado semanalmente, todo domingo.
Site do principal jornal de Orlando.
Site oficial do Bureau de turismo de Orlando.
Este é um site muito maior que só Orlando e WDW, é uma ferrramenta inestimável para qualquer viajante para qualquer destino!
Excelente para escolha do seu hotel.
Site brasileiro bastante completo.
Site super útil para saber o público esperado em cada parque num determinado dia.  Para os associados do site, eles fazem planejamentos excelentes para evitar-se filas.







> DIRIGINDO EM ORLANDO

          Orlando é uma cidade plana, na sua área turística, com pouquíssimas construções acima de 5 andares.  A cidade é bem espaçada fazendo com que o trajeto entre dois pontos seja agradável porém quase sempre impossível de ser feito a pé. Além disso, como a maioria dos americanos possuem carros, os ônibus são pouquíssimos e com grandes intervalos e os táxis muito caros. Portanto, alugar um carro em Orlando é mais do que um luxo, é uma necessidade!

Tudo começa no aeroporto.  Chegando lá e após pegar suas malas é hora de procurar sua locadora. Caso você tenha alugado um carro pela Alamo, Avis, Budget, Dollar ou National Rent-a-Car, basta se dirigir à sua locação dentro do aeroporto.  Os balcões de todas as companhias situam-se um andar abaixo do Baggage Claim (esteiras de bagagem). Ao chegar ao seu balcão basta apresentar o seu voucher (caso tenha feito o aluguel ainda no Brasil – recomendável – preços melhores) ou solicitar o aluguel de um carro nas dimensões que lhe interessar.  Muitas locadoras não possuem locações dentro do aeroporto mas oferecem shuttle bus para suas sedes.  Os pontos destes micro-ônibus estão localizados no subsolo no mesmo andar das locadoras sediadas no aeroporto. Basta se dirigir à porta de saída do andar abaixo do Baggage Claim e procurar pela placa com o nome da sua locadora.  Os shuttle buses são extremamente eficientes e passam com um intervalo nunca maior que 15 minutos.  Eles lhe deixam na porta da sua locadora em pouco tempo, já que a maioria das locadoras encontra-se muito perto do aeroporto. 

Na locadora, além do voucher do aluguel do carro, você precisará do seu passaporte, de uma carteira de motorista válida (com foto - não há necessidade de carteira de habilitação internacional para até 30 dias de estadia) e de um cartão de crédito.  As locadoras só trabalham com cartão de crédito para se assegurarem caso aconteça alguma coisa com o carro e você não tenha seguro.  Aconselho fortemente no sentido de se fazer o seguro total do carro.  Ele exime você de qualquer despesa com o veículo, desde um simples amassadinho até a perda total do carro com perda de patrimônio de terceiros o que pode chegar a dezenas de milhares de dólares!  Além do que em qualquer caso em que seu veículo não possa mais lhe transportar a contento, de um pequeno defeito até um acidente, lhe será dado um novo veículo quase que imediatamente, da mesma classe que o solicitado anteriormente. Quem alugar o carro com um cartão de crédito internacional geralmente tem direito ao seguro do carro gratuitamente.  Informe-se com sua administradora do cartão ainda aqui no Brasil.

O sistema de aluguel de carros nos EUA é muito simpático já que nos permite escolher por nossa conta o carro que gostamos mais.  Ou seja, acabando a papelada no balcão da sua locadora, dirija-se à garagem da mesma e procure ou pergunte onde estão estacionados os carros da classe que você contratou, por exemplo:  Compact, Midsize, SUV, Minivan etc... Chegando lá é só escolher o carro que mais lhe agradar, colocar suas malas dentro e sair dirigindo (todos os carros já estão com suas respectivas chaves).  Antes de sair do estacionamento você terá que apresentar sua carteira de motorista, o contrato de locação e o papel com as características do carro que você escolheu (geralmente localizado no retrovisor).
   
            Ao sair do aeroporto de carro em direção a quase todos os hotéis de Orlando (International Drive, Universal, Lake Buena Vista, Disney, Kissimmee etc...) siga as placas North Exit Rd to SR 528 -  e depois a saída para a  SR 528 West.  Você estará na Beachline/528 (antiga Beeline) uma highway com vários pedágios.  Os preços variam entre U$ 1 a U$ 1,25 cada e no caminho entre o aeroporto em direção à grande maioria dos destinos de hotéis passa-se por 2 pedágios.  Não se esqueça de trazer alguns trocados,  porque embora os pedágios da  528  tenham  atendentes para fazer troco, se você se perder e pegar alguma estrada lateral, os pedágios são automatizados não tendo portanto nenhum ser humano para trocar seu dinheiro, ou seja, ou você deposita na máquina o dinheiro trocado do pedágio, ou não passa. 

Ao dirigir pela Beachline (528) você perceberá que existem várias saídas do seu lado direito e sempre bem sinalizadas.  Algumas saídas úteis são:

*Exit 8 – Sand Lake Rd
*Exit 4 – Orange Blossom Trail
*Exit 3 – John Young Pkwy
*Exit 2 – Universal Boulevard
*Exit 1 – International Dr.

         A Beachline (528) acaba na Interestadual 4 ou I-4 a principal artéria de Orlando.  Caso seu destino final seja Kissimmee, Disney ou Lake Buena Vista vá até o final da Beachline vire à esquerda (Sentido WEST -importante!) na I-4  e siga reto a procura da sua saída.  Aí vão as saídas da I-4 mais úteis:

*Exit 68 – Lake Buena Vista
*Exit 67/65 – Propriedade Disney
* 64 – Kissimmee (192)

Algumas dicas de trânsito nos EUA:

1.       A distância nos EUA é medida em milhas e não em kilômetros como estamos acostumados.  1 milha=1,609Km;
2.       O limite nas interestaduais como a I-4 é de 65 milhas/h ou seja 104 km/h e no perímetro urbano o máximo é de 55 milhas/h, ou seja, 88,5 Km/h;
3.       As multas por excesso de velocidade são altíssimas, de US$ 220 para cima.  E não pense que por você não morar lá as multas não vão te encontrar porque esse seria um ledo enganoO que irá acontecer é que algumas semanas após retornar da viagem você estará recebendo da sua locadora a cobrança no cartão (lembra-se que eles pedem o número do seu cartão? Descobriu agora por que?)da multa encaminhada a eles pelo Departamento de Trânsito da cidade de Orlando;
4.    O uso do cinto é obrigatório;
5.    Os faróis também são obrigatórios em caso de neblina matutina, chuva e ao entardecer;
6.     Em Orlando é permitido virar à direita no sinal vermelho, a não ser quando houver aviso em contrário;
7.     Nos cruzamentos sem sinal de trânsito, inclusive nos shoppings, espere sua vez pela ordem de chegada ao cruzamento;
8.     Estando atrás ou em qualquer lado de um ônibus escolar que pare, você deve parar também e esperar até que o ônibus volte a andar (mesmo que esteja na faixa contrária);
9.     É também proibido parar a menos de 10 pés de um hidrante;
10.   A gasolina custa entre US$ 3,50 a 4,20 o galão (1 galão=3,79 litros), isto significa que com 15 a 20 galões você costuma encher o tanque da maioria dos carros.

          Várias revistas gratuitas nos diversos supermercados trazem mapas da cidade de Orlando mas o melhor deles é o Welcome Guide Map.  Pegue um na entrada do Walmart ou imprima esse e leve com você (clique no mapa abaixo e quando abrir mande imprimir clicando com o botão direito do mouse):






> TABELAS DE CONVERSÃO

       Antes de mais nada a conversão mais importante, o dinheiro de viagem.  O dólar que mantinha-se estável teve uma alta importante e está cotado em aproximadamente R$ 2,20 por dólar (dezembro/2012 - sujeito à variações diárias).

       No que diz respeito à temperatura, ela é medida nos EUA em graus Fahrenheit e a conversão de graus Celsius para Fahrenheit segue esta fórmula complicadinha:  C=F-32x5/9.  Para facilitar aí vão algumas temperaturas mais comuns em Orlando já convertidas.


FARENHEIT

CELSIUS

45
7
48
8,8
50
10
52
11
55
13
59
15
62
17
64
18
66
19
68
20
70
21
72
22
75
24
77
25
80
27
82
28
86
30
88
31
90
32

       Demais conversões de comprimento, capacidade e peso:
           
1 inch (1 polegada)
2,54 cm
1 foot (1 pé)
30,48 cm
1 yard ( 1 jarda)
91,50 cm
1 mile (1 milha)
1.609 km
1 fluid ounce (onça fluida) fl oz
30 ml
1 gallon (1 galão)
3,79 litros
1 ounce (1 onça)
28,35 g
1 pound (1 libra)
453 gr

          Quanto à roupas e sapatos sugiro não confiar 100% em nenhuma das tabelas de conversões existentes e não comprar antes de provar já que as tabelas e os fabricantes mudam frequentemente.

Sapatos

Número
Feminino
Masculino
35
6,5
5
36
7,5
6
37
8,5
7
38
9
7,5
39
9,5
8
40
10
8,5
41
10,5
9
42
12
10,5
43
13
11,5
44
14
12,5


Roupas

Tipo de roupa
Brasil
EUA
Vestidos, saias e casacos femininos
36
6

38
8

40
10

42
12

44
14

46
16
Blusas femininas
38
6

40
8

42
10

44
12

46
14
Ternos masculinos
44
34

46
36

48
38

50
39

52
40

54
41
Camisas masculinas
36
14

38
15

39
15,5

40
16




  > HISTÓRIA DE ORLANDO
ou
Como laranjas deram lugar à um camundongo!

Colonizada em 1844, a cidade era conhecida pelo nome Jernigan até 1857, quando recebeu seu nome atual,  Orlando, em homenagem a um soldado, Orlando Reeves, morto por uma flecha depois de ter salvo o minúsculo vilarejo dando o aviso de um eminente ataque indígena.  

Situada numa área plana, com mais de 50 lagos e quilômetros de florestas de pinheiros, a cidade prosperou em 1880 com a plantação de laranjas e a chegada da estrada de ferro do Sul da Flórida.  Mas só em 1971, Orlando viria a conhecer o que é realmente prosperar!

        Tudo começou em 1964 quando Walt Disney secretamente começou a comprar vastas áreas rurais até adquirir um total de 27.500 acres ou 60 Mônacos!  Em 15 de novembro de 1965, o dia “D” de Orlando, Walt Disney pessoalmente anunciou seus planos de construir o parque temático mais fantástico do mundo.  Num esforço de construção, a Disney empregou 9.000 pessoas!  A especulação de terras atingiu limites nunca antes sonhados enquanto redes hoteleiras e restaurantes compravam propriedades próximas ao parque proposto.  Alagados eram vendidos por milhões!  O custo total do projeto em outubro de 1971 na inauguração era de US$ 400 milhões!  Nos dois primeiros anos de funcionamento, Walt Disney World com seu primeiro parque, o Magic Kingdom, atraiu 20 milhões de visitantes e empregou 13.000 pessoas!  A cidade sonolenta que plantava laranjas transformou-se na cidade que mais crescia no estado!  Hoje WDW emprega mais de 60.000 pessoas e é de longe o maior empregador de Orlando, na realidade é o maior dos EUA!

 Walt Disney na sua comunicação oficial da construção do maior parque do mundo na Florida!

Final da construção do Magic Kingdom

        O Sea World chegou logo após o Magic Kingdom em 1973.  A Disney então abriu seu segundo parque, em 1982, o Epcot Center com um pavilhão aquático. Em 1984, a Universal Studios anuncia a construção de seu parque em Orlando e rapidamente a Disney abre seu terceiro parque o MGM Studios em 1989, 1 ano antes do seu concorrente!  Em 1998 a Disney abre seu quarto parque temático, o Animal Kingdom, numa nítida estratégia de marketing contra o Busch Gardens, um parque localizado em Tampa,  mas  que  atraía um  público  interessado no reino  animal   e  em  atrações  radicais.    Em 1999  a   Universal   Studios  amplia  seu  domínio inaugurando todo um novo complexo nomeado Universal Orlando Resort que agora possui um novo parque temático, o Islands of Adventure; um imenso calçadão de restaurantes, lojas, e diversão noturna ligando os dois parques; o primeiro hotel do grupo, o Portofino Bay Hotel; o segundo, Hard Rock Hotel e finalmente o Royal Pacific Hotel.

Inauguração do Disney's MGM Studios em 1989


        E isso porque estamos falando só dos gigantes de Orlando, os parques temáticos. Mas analisando o desenvolvimento de todas as outras atrações que foram aparecendo em Orlando veremos sempre uma competição acirrada pelo mercado.  Por exemplo, quando a Disney achou que muitos turistas eram atraídos para as diversões noturnas proporcionadas pela Church Street Station em Downtown de Orlando (centro de Orlando), inaugurou a Pleasure Island um centro imbatível de boates, clubes e barzinhos para diversão noturna de qualquer tipo! (fechado desde set/2009).  O Wet´n Wild (hoje propriedade do grupo Universal) abriu seu parque na cidade mas a Disney abriu 3, o River Country (1976-2001), o Typhoon Lagoon e o Blizzard Beach!  Nosso amigo camundongo pode parecer bem faminto às vezes mas para Orlando e para nós turistas a competição foi e é mais do que proveitosa!

Com o decorrer desses 41 anos, o número de quartos de hotéis somados aos de condomínios da cidade atingiu a incrível marca de 150.000 e ainda crescendo!  Todas as grandes redes de lojas, restaurantes e afins estão representadas na cidade não uma mas diversas vezes tornando a orientação por esses pontos na cidade motivo de piada.  Não guarde a localização do seu hotel, por exemplo, da seguinte maneira:  “Meu hotel fica ao lado do Comfort Inn ou meu hotel fica em frente ao Quality Inn ou ainda meu hotel fica perto do McDonald´s!” As grandes chances são de você passar o dia procurando seu hotel dentre os 36 Quality Inns e Comfort Inns da cidade, ou os 31 McDonald´s, todos impressionantemente parecidos! 
           
        Hoje, Orlando é uma interessante mistura de pacífica cidade do interior  com  áreas ainda    quase  desertas  e  baixo  índice  de  criminalidade e centro de atrações ativo, moderno e cobiçado por todo o mundo!

Recentemente Orlando foi considerada uma das 10 melhores cidades dos Estados Unidos para se morar e trabalhar! 

Nada mau para aquela cidadezinha insignificante de 40 anos atrás, hein?



4 comentários:

  1. maravilhoso!!!Uma aula.Não faltou nada.Paeabéns.Ivone

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Foi um prazer montar o blog!

      Excluir
  2. Eu quero morar lá também ..kkkkk beijos
    Ana Cristina

    ResponderExcluir